Carregando...

Thursday, 24 de July de 2014

Saiba como manter a higiene íntima nos dias mais frios

Fatores imunológicos, vestuário e até medicamentos antigripais estão entre os principais cuidados para a saúde genital

Evite maus odores e corrimentos mantendo a região íntima sempre asseada, seca e ventilada. Em caso se gripes e resfriados, não tome medicação sem prescrição médica, que podem levar a infecções vaginaisFoto: ReproduçãoEvite maus odores e corrimentos mantendo a região íntima sempre asseada, seca e ventilada. Em caso se gripes e resfriados, não tome medicação sem prescrição médica, que podem levar a infecções vaginais

Friozinho intenso: saem de cena os casaquinhos finos para darem lugar às roupas mais pesadas. E como toda nova estação, o inverno também requer alguns cuidados especiais para uma boa saúde: manter os ambientes ventilados, a alimentação balanceada, o corpo agasalhado, a pele hidratada... Mas e a higiene íntima?

Ela também requer atenção especial nessa época, pois quando a temperatura cai, os fatores imunológicos também tendem a diminuir, o que traz alguns reflexos, como o corrimento, por exemplo, uma das maiores queixas das mulheres, proveniente, principalmente, das vulvovaginites, cuja causa principal são as infecções por bactérias e fungos.

“A resposta imune local é um dos principais mecanismos de defesa contra os germes infectantes, daí a importância da presença de uma boa reação imunológica”, explica o Dr. Eddy Nishimura, ginecologista do Hospital Santa Cruz, em São Paulo.

Imunidade em dia

Para evitar maus odores e corrimentos indesejáveis, alguns cuidados devem ser mantidos sempre, como manter a região íntima asseada, seca e ventilada.

No frio é natural a tendência de usar roupas mais justas e abafadas, mas sempre que possível opte por peças mais confortáveis, de material não sintético. “As peças de algodão restringem menos a circulação de ar e absorvem melhor o suor e a secreção das glândulas sebáceas originadas na área genital. Isso ajuda a reduzir o calor e a umidade local, fatores facilitadores de uma infecção”, explica Nishimura.

Cuidado também com os jeans muito justos. Além de impedirem a boa circulação e comprimirem a pele da região íntima, eles também podem quebrar o equilíbrio das defesas locais.

Mantenha sempre uma higiene adequada. Prefira sabonetes íntimos que respeitem o pH ácido, evite depilação com lâminas. “Melhor seria a cera quente ou definitiva a laser”, recomenda. E em situações em que transpiramos mais, como na academia, é indicado trocar a roupa úmida o mais breve possível.

Evite a automedicação

É comum, nessa época do ano, aumentarem os casos de gripes e resfriados. Mas, de acordo com a recomendação de Nishimura, nada de automedicação, procure um auxílio médico. “O consumo de alguns medicamentos prescritos inadequadamente pode quebrar o equilíbrio, predispondo às infecções vaginais”, alerta o especialista.

Fonte: atmosferafeminina.com.br