Carregando...

Wednesday, 1 de February de 2012

Perda do olfato e do paladar pode estar relacionada a estresse

Pessoas que enfrentam situações de forte estresse ou depressão podem sofrer do mal

Perda do olfato e do paladar pode estar relacionada a estresseFoto: ReproduçãoSistema nervoso central começa a ser modificado por determinadas reações de doenças ou pela ansiedade do cotidiano

Press FC

O estresse pode causar perda da sensibilidade do olfato e do paladar. O Ministério da Saúde explica que repentinamente, algumas pessoas param de sentir o gosto das comidas e, como consequência da degeneração da mucosa olfativa vem a perda do olfato, correspondente a 90% das sensações gustativas. Infecções de garganta, sinusite e obstruções nasais são alguns dos motivos do incômodo.

O otorrinolaringologista Lucas Leme, do Hospital Federal da Lagoa, esclarece que pessoas que estão enfrentando situações de forte estresse ou depressão também podem sofrer com a perda do gosto e do cheiro.

“Pode acontecer que o funcionamento do sistema nervoso central comece a ser modificado por determinadas reações de doenças ou até da ansiedade do dia-a-dia mesmo, da química cerebral, porque isso tudo são estímulos químicos que a gente tem, que nos fazem perceber os sentidos. E isso não altera nosso organismo. Na verdade, uma pessoa que está muito ansiosa ou muito estressada pode ter variações na sensibilidade sim”, afirma o especialista.

Para tratar o problema é preciso, primeiro, saber a sua causa. O médico relata outros fatores que podem aumentar o incômodo.

"Evitar infecções nessa área de vias aéreas superiores, tratar gripes de resfriado. Ingestão de álcool, por exemplo, é uma coisa que muda também um pouco nosso paladar. Alguns medicamentos que são tomados como antibióticos ou antiinflamatórios podem mudar a sensação da gustação das pessoas. Alguns remédios levam o gosto metálico na boca e na garganta. Por isso temos que tomar o cuidado de ter uma vida normal e evitar principalmente essas infecções e os problemas em vias aéreas", completa.

Ainda segundo o especialista, a perda de olfato e de paladar pode acontecer em qualquer idade. Mas, os pacientes mais velhos têm maiores chances de perda por conta da mucosa olfativa se degenerar com o passar dos anos.

Com informações Web Rádio Saúde

Categorias